A análise de crédito de contas para pessoa jurídica é um universo imerso em riscos: fazer uma negativa pode comprometer um cliente potencial, e aceitar um possível inadimplente causa prejuízos a empresa que concede o crédito.

Ao contrário da pessoa física, a análise de pessoa jurídica nos moldes tradicionais é demorada e depende totalmente do cliente. O requerente envia as informações, que precisam ser tabuladas por uma equipe de análise – processo demorado e passível de erros.

De olho neste mercado, gigante no Brasil e carente de grandes inovações, a startup Klooks criou uma solução de big data especializada voltada a inteligência financeira corporativa, que tem ajudado empresas a conceder crédito a pessoas jurídicas com análises mais rápidas e precisas.

De acordo com Alexandre Abu-Jamra, CEO da Klooks, a empresa é a única no mercado com tamanha profundidade de análise, com a maior base de demonstrativos financeiros do país. São mais de 30 mil empresas, com clientes como Standard & Poor’s, Moody’s Analytics, entre outras.

“As empresas precisam de análises confiáveis para tomar decisões racionais e investir seus recursos de forma inteligente. A plataforma acaba sendo a chave que falta para automatizar estas análises por completo, agilizando muito o trabalho e minimizando os riscos”, explica.

Baseada em inteligência artificial e machine learning, a startup coleta demonstrativos financeiros de fontes públicas e cria relatórios de empresas de capital fechado. Com base nestes demonstrativos, a startup fornece dados atualizados, padronizados e relevantes para uma avaliação segura e aprofundada na concessão de crédito. Para o usuário, o único trabalho é consultar o CNPJ e acessar às informações.

Além da concessão de crédito, a plataforma Klooks ajuda a tomada de decisão em investimentos, pesquisa de concorrência, inteligência de mercado e prospecção comercial.

“A Klooks nasceu o ano de 2012 com a proposta de mapear demonstrativos financeiros de empresas de capital fechado que estivessem públicos na internet. Desde então, fizemos parceria com grandes clientes, recebemos investimento da Porto Seguro e da Plug and Play Tech Center (fundo do Vale do Silício) e desenvolvemos diversos podutos complementares”, finaliza o CEO da Klooks.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here