Falar sobre educação no Brasil é complexo por causa da sua diversidade regional. Ao mesmo tempo do qual existem diversos problemas neste setor, também encontram-se várias soluções que são capazes de melhorar os índices educacionais do país.

Para isso, é preciso que tendências sejam lançadas no mercado praticamente durante todo o ano e, 2021 conta com novidades de brilham os olhos do mercado e das instituições, com soluções como LXP (Learning Experience Platform), Autonomia e Aprendizagem Adaptativa, Personalização do Ensino, Sala de Aula Virtual, Microlearning, All-in One Educational Platform, Inteligência Artificial (IA) e Blockchain.

Criadas por Edtechs, startups voltadas para a educação, essas soluções resolveram a problemática questão do ensino a distância (EAD) que pouco era abordado nas instituições, sejam elas públicas ou privadas. O último levantamento feito pela Abstartups em 2019, o mercado possui cerca de 449 Edtechs ativas no país, e 70% delas oferecem serviços para o ensino básico infantil, fundamental e médio.

Para Lucas Moraes, especialista e CEO da Edulabzz, laboratório de inovação educacional que desenvolveu um pacote de apps e plataformas para a Educação 4.0, foi preciso uma implementação forçada da transformação digital no setor de educação.

“As mudanças que já ocorreram e as que ainda não aconteceram, são essenciais para o avanço tecnológico das instituições. Antes da pandemia, o mercado educacional estava estagnado e não eram todos que pensavam na inovação e simplicidade que a tecnologia oferece. Hoje, essa revolução é uma realidade”, afirmou o CEO da Edulabzz.

A solução Learning Experience Platform (LXP) resulta em uma plataforma de ensino on-line focada em sugestão e compartilhamento de conteúdo. Ela permite que a aprendizagem ocorra de forma personalizada para cada aluno, promovendo o Social Learning.

“A LXP é a evolução do AVA (ambiente virtual de aprendizagem) e do Portal do Aluno. Nesse processo de transformação digital, o perfil do consumidor mudou, e do aluno também. Essa nova geração está acostumada com plataformas altamente intuitivas, como Facebook, Twitch, Spotify e Netflix. Não podemos mais entregar uma experiência ‘’Windows 98’’ para nossos alunos”, comenta Lucas Moraes.

Atualmente, é possível aprender diversos conteúdos novos através de sites que oferecem vídeos gratuitos. Isso resulta na solução ‘Autonomia e Aprendizagem Adaptativa’, que nada mais é, que o processo autônomo e autodidata dos alunos na educação on-line.

‘’A maior plataforma de educação hoje é o Youtube, e lá todo mundo aprende o que quer, quando quer, no seu ritmo, e sem grade curricular. Com a nossa plataforma, a escola ou universidade pode criar seu próprio Youtube’’, comentou Moraes.

As plataformas LXP, como o Toolzz, criado pela Edulabzz, oferecem a terceira tendência educacional que é a ‘Personalização do Ensino’. Isso significa que o aluno possui um ambiente de aprendizagem flexível, podendo aprender conteúdos em seu próprio ritmo, além de oferecer aos professores uma criação de atividades mais envolvente e colaborativa.

A quarta tendência do setor para 2021 é a ‘Sala de Aula Virtual’, sendo que o ensino remoto é ministrado por videoconferência pelos professores, proporcionando o mesmo tempo e qualidade de aula que os alunos teriam nos estudos presenciais. O Toolzz possui uma solução única e diferente de seus concorrentes de mercado que também oferecem sala de aula virtual.

“Um dos maiores problemas de usar plataformas de videoconferência como ensino remoto é que os alunos precisam sair do (AVA), usar outro login para acessar as salas remotas. Resolvemos isso em nossa plataforma integrando o Zoom, Microsoft Teams e Google Meet ao LXP do Toolzz, permitindo que o professor gere salas de aulas remotas em minutos e que os alunos acessem as salas diretamente pela plataforma, sem precisar de outro login”, destaca Moraes.

O ‘Microlearning’ é uma forma de ensino que transmite pequenas doses de conhecimento em um curto espaço de tempo, como se fosse um estudo em pílulas. O objetivo é distribuir um conteúdo complexo através de pequenas doses, em forma de sessões de aprendizagem. A sexta tendência foi criada pela Edulabzz, através da junção de várias soluções inovadoras para os alunos, pelo Toolzz.

O ‘All-In-One Educational Plataform’ proporciona acesso aos vários aplicativos da startup por um só login. Para alunos a plataforma oferece um AVA adaptativo no estilo Netflix, onde os alunos podem acessar suas disciplinas e aulas gravadas e biblioteca online pela web, tablet ou celular.

A Inteligência Artificial está entre uma das tendências mais importantes na educação, no Toolzz, a solução é encontrada na personalização de conteúdo, isso significa que o aluno recebe uma sugestão do que irá gostar de estudar, através da recomendação feita pela IA da plataforma. Além disso, a segunda funcionalidade é o sistema de tutor inteligente ou assistente pessoal do aluno. A Edulabzz carinhosamente apelidou o assistente virtual de ‘’Edu’’ e até uma mascote está sendo criado.

Outra tendência no setor para 2021 é o Blockchain, onde é possível receber documentos através do celular, como diplomas. Essa solução acaba com toda a burocracia que existe em volta do envio de documentos para instituições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here