Com o objetivo de debater como as empresas e as instituições financeiras devem se preparar para a vigência da nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), será realizado, em São Paulo, no dia 13 de agosto, o 1º Congresso de Proteção de Dados – Segurança digital nos mercados financeiro e de capitais.

A nova regulamentação, que entra em vigor em agosto de 2020, trará um conjunto de exigências, obrigações e sanções que podem afetar todas as instituições que compõem o ecossistema financeiro brasileiro e as companhias de capital aberto em geral.

O evento é organizado pela Point Comunicação e Marketing, com co-realização da ANCORD (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias) e o apoio de outras 13 instituições do mercado financeiro e de capitais.

“A segurança das informações das empresas sempre foi um ponto nevrálgico no mercado financeiro, e se tornará ainda mais crítica a partir da implantação da LGPD, pois os agentes e companhias que não tratarem adequadamente os seus dados e os de seus clientes poderão ser punidos”, explica Eduardo de Alcantara Machado, diretor da Point. “Daí a importância de entender devidamente quais são essas novas exigências e como as empresas devem se preparar para atender a lei.”

O evento é voltado às cias. abertas, corretoras e distribuidoras de valores mobiliários, corretoras de câmbio, bancos, assets e outras instituições financeiras, além dos Agentes Autônomos de Investimento (AAI) e pessoas físicas e jurídicas.

Estão programadas apresentações sobre quais são os principais aspectos de vulnerabilidade hoje na gestão dos dados da área financeira, como as empresas devem se ajustar à LGPD e quais são as tecnologias, estratégias e boas práticas nessa área que podem trazer segurança às companhias.

O congresso contará com a participação de nomes importantes do mercado financeiro e de capitais, como: Marcelo Barbosa, presidente da CVM, e Otavio Ribeiro Damaso, diretor do Banco Central, e também expoentes do mercado de proteção de dados, como o hacker João Lucas Brasio, sócio diretor da Elytron Security, e Claudio Macedo Pinto, sócio da Clamapi Seguros Cibernéticos. Realizado na sede da Amcham-SP (Câmara Americana do Comércio), o evento deve reunir um público estimado em 400 pessoas.

O 1º Congresso de Proteção de Dados – Segurança digital nos mercados financeiro e de capitais conta com o apoio da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), ABBC (Associação Brasileira de Bancos), Abrasca (Associação Brasileira das Companhias Abertas), Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), FenSeg (Federação Nacional de Seguros Gerais), IBEF (Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de São Paulo), ABAAI (Associação Brasileira dos Agentes Autônomos de Investimento), IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), IBRI (Instituto Brasileiro de Relação com Investidores), Abracam (Associação Brasileira de Câmbio), ABGR (Associação Brasileira de Gerência de Riscos), Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar) e Acrefi (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento).

Para informações atualizadas sobre a programação do 1º Congresso de Proteção de Dados – Segurança digital nos mercados financeiro e de capitais, acesse: www.congressoprotecaodados.com.br

Serviço:

Data: 13 de agosto 2019
Horário: 08h30 às 18h00
Local: Amcham (Câmara Americana do Comércio) – Rua da Paz, 1431 – Chácara Santo Antônio, São Paulo – SP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here