A Axis Communications, fabricante de dispositivos conectados à rede, está lançando no Brasil um radar de última geração com recursos de deep learning. O AXIS D2110-VE é um dispositivo IoT capaz de detectar a presença de pessoas e veículos, bem como suas trajetórias e velocidades em toda a área coberta. Ele usa analíticos de deep learning para melhorar a própria performance na detecção de invasões e até roubo de veículos.

Um único radar cobre um ângulo de 180 graus, e pode ser combinado a outro radar para uma cobertura integrada em 360 graus. Essa combinação de dois radares acoplados abrange uma área circular de 22 mil metros quadrados.

Com a performance aprimorada pelo recurso de autoaprendizagem, o novo radar AXIS D2110-VE torna desnecessárias as rondas de vigilantes, podendo enviar alertas à central de segurança de forma automática. Ele também pode ser conectado a outros dispositivos, como alto-falantes para o disparo de mensagens de áudio de caráter dissuasivo, ou mesmo iluminadores acionados apenas quando uma presença é detectada.

Assim como os morcegos, o radar envia ondas eletromagnéticas de forma contínua, e ao receber as ondas de volta, consegue exibir numa tela a posição de cada objeto em deslocamento, independentemente das condições de luz. Essa tecnologia é especialmente útil em alguns cenários, como condomínios horizontais, onde a circulação de pessoas e veículos é restrita, sobretudo à noite.

Outros cenários incluem piscinas públicas (onde a detecção de pessoas pode evitar incidentes), estacionamentos com horário restrito (já que qualquer veículo deslocado fora o período de funcionamento pode indicar uma tentativa de roubo), e plantas industriais (muitas delas localizadas em áreas com baixa iluminação à noite). Até mesmo shoppings e home centers que estejam atendendo aos clientes exclusivamente na área externa podem instalar os radares para acompanhar, em tempo real, o fluxo de veículos à espera das entregas.

Graças ao chip de última geração da Axis, o novo radar oferece recursos avançados de proteção cibernética, incluindo Firmware Assinado, que impede a instalação de firmwares hackeados, e a função Secure Boot, que faz uma série de validações criptográficas ao reiniciar o dispositivo. Já em seu aspecto físico, o radar tem proteção contra atos de vandalismo, e qualquer impacto sofrido é detectado pela função Shock Detection.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here