A Warren, corretora digital que conta com Inteligência Artificial para guiar a jornada de investimento, foi lançada em 2017 com a missão de transformar a maneira como o brasileiro investe através de uma plataforma que integra corretora digital, gestora e administradora de investimentos.

A corretora busca descomplicar as finanças e transformar o hábito de investir em uma experiência fácil, amigável, bastante simples, transparente e eficiente. Através de uma Inteligência Artificial – o Warren – a plataforma guia o cliente em uma jornada de investimento baseada em objetivos, sendo possível organizar a vida financeira por “caixinhas”.

É a primeira corretora 100% alinhada com o cliente, uma vez que eliminou o conflito de interesse ao não cobrar comissão sob os produtos – é cobrada somente uma taxa de apenas 0,5% ao ano sob a gestão do patrimônio.

Projeto surgiu há 5 anos e hoje já conta com mais de cem mil clientes

Em 2014, Tito Gusmão, CEO da Warren, teve a ideia de criar uma plataforma que conduzisse as pessoas em uma jornada guiada por um “mentor automatizado”, uma espécie de amigo que entende tudo sobre investimentos e ajuda no passo a passo desse processo.

Na época, Tito morava em Nova York e foi no ecossistema de uma região conhecida como Sillicon Alley que nasceu a Warren. Para colocar o projeto em prática, Tito ganhou logo no início, a companhia de outros dois sócios: André Gusmão e Rodrigo Grundig, todos ex-XP Investimentos.

Em 2017, a empresa foi lançada no Brasil e ganhou seu quarto membro: Marcelo Maisonnave, co-fundador da XP e conhecedor de todo o mercado financeiro brasileiro.

Atualmente, a empresa possui R$ 300 milhões sob gestão e mais de 100 mil clientes na plataforma. A companhia trabalha para se consolidar como o principal player do mercado financeiro no contexto da chamada nova economia, que hoje tem sido liderada por plataformas de diferentes segmentos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here