Previsões de Gartner indicam que área jurídica será transformada; em 2023, um em cada três escritórios já deve ter um especialista em tecnologia jurídica. O estudo indica também que os gastos com tecnologia jurídica vão aumentar 50% em dois anos.

Até áreas tradicionais como o direito devem ser afetadas com a transformação digital que o mundo vive. De acordo com o relatório Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, até 2023, 33% dos departamentos jurídicos corporativos terão um especialista em tecnologia jurídica e os gastos organizacionais com tecnologias de gerenciamento e monitoramento de riscos de terceiros aumentarão em 50%.

O Brasil já vive esta realidade. De acordo com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), o número de empresas específicas da área do direito (lawtechs) dobrou nos últimos cinco anos, saltando de 42 em 2015 para 84 no fim de 2019.

Uma das que mais cresce no país atua em Direito Previdenciário. O site Previdenciarista dobra a cada ano e já possui 9 mil clientes com uma plataforma que automatiza análises em previdência e indica petições referência para ajudar os advogados nos processos.

Na plataforma, o advogado consegue fazer os cálculos de benefícios previdenciários em minutos, o que evita erros e economiza tempo do advogado. Até o ano passado, mais de 1 milhão de benefícios já foram calculados.

Outra ferramenta é a indicação de petições parecidas que podem ajudar o advogado no caso. “Várias tarefas no direito são bem burocráticas e exigem trabalho mecânico. O papel do Previdenciarista é agilizar estes trabalhos e deixar o especialista com mais tempo livre para traçar cenários e investir tempo no cliente”, explica Renan Oliveira, cofundador da plataforma.

Para Renan, a automação do direito é um caminho sem volta. “Uma petição exige múltiplos conhecimentos e muitos detalhes, que a tecnologia faz em segundos. Com baixo investimento, o advogado consegue ganhar tempo e precisão, o que torna seu escritório mais estratégico”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here