A automação de processos tem sido cada vez mais constante nos últimos anos, gerando mais eficiência, reduzindo custos e minimizando erros. De acordo com a Minsait, empresa de projetos de automação usando soluções RPA, além da lucratividade e do crescimento, as empresas de sucesso desejam criar uma cultura diferencial e um impacto social que vincule e atraia clientes e investidores.

O grande desafio, porém, é dominar a aplicação das tecnologias mais avançadas, através metodologia ágil, uso de plataformas de gerenciamento de caso que combinam recursos de desenvolvimento de low-code com automação ágil de processos de negócios para aumentar a produtividade e criar um ecossistema de inovação para as pessoas.

Essa transformação da cadeia de valor se consolida em uma significativa melhora nos indicadores de desempenho tanto na esfera comercial como na eficiência e agilidade das operações.

“Dados da Minsait comprovam que estas soluções melhoram em até 90% a produtividade de processos administrativos através da automação robótica e em 2500% a execução de processo graças à migração para a nuvem. Além disso, proporcionam uma redução de custos em até 30% graças à unificação da gestão de documentos”, explica Marcus Luz, head de Tecnologias Avançadas da Minsait no Brasil.

As operações podem ser otimizadas a partir da compreensão dos processos de negócios e especialização tecnológica com a implementação de ferramentas e metodologias que promovam a agilidade da organização. Dados da companhia apontam que é possível reduzir em 50% o tempo de lançamento de novos projetos e em 40% o tempo de alocação de recursos, com a criação de estruturas de projetos de transformação ágeis.

“Propomos uma visão, abordagem e proposta diferenciada que potencializa a conexão com o cliente, otimiza as operações e facilita a mudança cultural de ponta a ponta da cadeia de valor do negócio, desde a jornada do cliente até os processos de back-office e suporte de negócios. O impacto da tecnologia na organização tem efeito cada vez mais positivo”, afirma Emerson Oliveira, líder da prática de operações digitais da Minsait no Brasil.

Dentro deste mercado, a hiperautomação aparece como ponto-chave para novos modelos tecnológicos dentro das empresas. Uma pesquisa do Gartner aponta que em 2022, 65% das organizações que implementaram RPAs adicionarão uma camada de Inteligência Artificial.

Inovação em automação de processos é o desafio das grandes organizações

Setores e histórias de sucesso

Neste âmbito, a Minsait tem desenhado propostas de automação de processos que permitiram aos seus clientes de diversos setores da indústria obter impactos muito positivos em suas operações.

Graças à hiperautomação, a companhia gerou economias de centenas de milhões de reais em operações de telecomunicações por meio da otimização de processos de front e back de vendas e de gestão de incidências. Durante a pandemia de Covid-19, respaldou o gerenciamento de uma avalanche de solicitações de ajuda endereçadas às administrações públicas, graças à combinação de Robotização, Processamento de Linguagem Natural e Chatbots.

Nesse período, também otimizou dezenas de milhares de horas em processos de onboarding e comunicação com clientes de algumas das principais seguradoras. Ajudou algumas das maiores empresas de energia do mundo a otimizar processos de negócio e proteger infraestruturas críticas com Visão Artificial e Robotização. Otimizou milhares de horas e reduziu em 60% o tempo de liberação de crédito em instituições financeiras do setor automotivo em oito países da Europa.

Com robôs inteligentes simulando o processo de tomada de decisão humana, as estratégias tradicionais poderão ser transformadas em estratégias digitais. A gestão automatizada de processos, conteúdos e tarefas repetitivas possibilitam uma integração de plataformas de suporte de processo que permitem oferecer uma perspectiva analítica por parte dos gestores.

“Diferentes empresas estão buscando agora por pequenos projetos para entender como a tecnologia pode funcionar na prática e o ganho com esse tipo de soluções certamente pode ser expandido ao longo do tempo. Além disso, dependendo do nível de maturidade tecnológica de cada organização, é possível adotar soluções que se adaptem perfeitamente às necessidades” conclui Oliveira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here