Os maiores proprietários de imóveis da Filadélfia, a Brandywine Realty Trust, fizeram uma parceria com uma empresa de tecnologia de transportes, a TransItScreen, para implementar telas em lobbies de seus escritórios que dão aos funcionários e visitantes atualizações instantâneas dos horários de transporte.

A tela também pode mostrar atualizações do Uber, informações de estacionamento em tempo real, entre outras. Boston é outra cidade que já implementa tecnologia inteligente, coletando dados biológicos para seu sistema de esgoto.

Essa informação é então usada para determinar o estilo de vida e o bem-estar da cidade, permitindo que a cidade veja quais serviços os moradores mais precisam. As luzes de rua de Boston também são inteligentes, monitorando o tráfego, a qualidade do ar e o espaço de estacionamento.

Vantagens no setor imobiliário

Com as novas ferramentas, o setor imobiliário pode direcionar a maneira como comercializam propriedades. A tecnologia inteligente agrega valor às propriedades existentes, que podem ser entregues aos profissionais do setor imobiliário já direcionadas a determinados tipos de consumidores.

A inovação que ocorre em torno do desenvolvimento de cidades inteligentes está atraindo muitos setores em todo o mundo, não apenas o setor privado.

Os dados que são fornecidos por meio de sistemas que gerenciam cidades inteligentes mostram que há uma enorme lacuna de melhoria produtiva em espaços públicos em toda a América.

Com o uso de dispositivos resilientes e conectados é possível melhorar a vida dos cidadãos. Por exemplo, Columbo, em Ohio, atualmente usa IDE (troca de dados integrada) para reunir informações sobre sensores instalados em semáforos.

A cidade usa os dados para prever quais interseções são geralmente bloqueadas e quais são mais propensas a acidentes. Esta informação é então servida aos condutores da cidade, permitindo-lhes contornar estes potenciais obstáculos.

Fonte: www.augmate.io

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here