Sempre dizemos que não devemos ter medo do futuro, mas sim nos preparar para ele.

Guimarães Rosa diz isso de uma forma muito melhor: “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”.

Evoluir requer mais conhecimento e humildade diante do novo.

Acredito que precisamos olhar sempre como eternos alunos, inclusive reconheço esse olhar nos meus grandes professores. Assim faremos uma boa troca: menos medo, mais interesse.

Então, vamos ao que interessa:

Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) são parte do mundo atual, não há como retroceder com tantas vantagens possibilitadas pelo avanço tecnológico. Muito se fala sobre esse rápido e imponente avanço, mas, afinal, o que é Inteligência Artificial?

Trata-se de um tipo de inteligência similar à humana, porém manifesta por softwares. Ou seja, uma tecnologia que potencializa a nossa capacidade racional.

Colocando dessa maneira até parece algo muito distante da nossa realidade, mas que já está presente em nosso cotidiano. Um bom exemplo de aplicação está nas redes sociais. Alguns mecanismos avaliam os seus padrões de busca, o que você mais visualiza e, assim, o conteúdo exibido em sua timeline é otimizado para ser mais relevante para você.

Os corretores ortográficos dos editores de texto e dos smartphones também são frutos da Inteligência Artificial.

Para identificar que há algum termo escrito incorretamente, é preciso um sistema que aponte o problema e apresente a grafia certa.

No mundo corporativo, os sistemas de IA também estão ganhando cada vez mais espaço. O auxílio da tecnologia nas máquinas industriais é um fator importante para a diminuição dos erros, redução de custos e melhor desempenho da empresa, é o movimento conhecido como “robotização das fábricas”.

Algumas máquinas já são capazes de operar sem a necessidade de serem programadas por humanos, ou seja, são totalmente autônomas.

O atendimento ao cliente também está em processo de inicialização por práticas de Inteligência Artificial. Trata-se de um sistema que reproduz ações humanas, como tomar decisões.

O contato com o cliente acontece via chat e são passadas para ele instruções e informações sem que ele perceba que não é uma pessoa.

Internet das Coisas (IoT) talvez seja um termo ainda desconhecido por muitos, mas que entra para a lista dos conceitos que cada dia mais vão fazer parte do nosso cotidiano. Internet das Coisas, ou IoT (Internet of Things), é a expressão que faz alusão a tecnologias que conectam itens simples, do dia a dia, à rede de computadores.

Alguns exemplos práticos são os meios de transporte, maçanetas e utensílios domésticos conectados à internet e, consequentemente, a computadores e celulares. O carro também entra para o rol de produtos tecnológicos.

A tendência é que cada vez mais veículos sejam conectados e capazes de se comunicar com o usuário por meio de aplicativos no smartphone.

Mas, qual é a relação entre Inteligência Artificial e Internet das Coisas? A Inteligência Artificial quando aplicada à Internet das Coisas possibilita que as empresas inovem os sistemas de gestão e otimizem o desenvolvimento dos produtos.

Elas estão diretamente ligadas a partir do momento em que a Inteligência Artificial apura os dados gerados pelo sistema e permite que sejam utilizados pela Internet das Coisas. Ou seja, de nada adianta captar esse astronômico volume de dados, se eles não forem interpretados e utilizados da forma correta.

Resumindo, a Inteligência Artificial entra com o papel de assumir ações humanas, com softwares sofisticados, e essas ações são aplicadas em dispositivos através da Internet das Coisas.

Somos duas otimistas alertas da revolução tecnológica. Acreditamos que Inteligência Artificial e Internet das Coisas pode ser um casamento sublime, daqueles que equilibram com maestria liberdade e segurança, fazendo da nossa vida uma eterna lua de mel.

Mas e a coragem?

Passa pelo conhecimento, pela manutenção de uma visão crítica e aquele olhar de aluno. Aquela curiosidade que não acaba ao resolver o seu problema de hoje. É muito importante saber de onde viemos e para onde vamos.

Fonte: Ne10

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here